Manter o equilíbrio entre os custos das redes de saúde e qualidade no atendimento aos pacientes sempre foi uma necessidade e, ao mesmo tempo, desafios das empresas que atuam no setor. A verdade é que a maior parte delas ainda optam por um modelo de remuneração que incentiva, mesmo que indiretamente, a quantidade sobre a qualidade, conhecido como pelo  fee-for-service. 

Para analisar melhor alguns dos desafios da adesão do Value-Based Healthcare (VBHC) e, a partir disso, propor modificações que possam ser o ponto de partida da transformação da gestão da saúde, os especialistas da 2iM prepararam uma série com 5 episódios sobre as dificuldades deste processo.  

São eles:  

  • O paciente como foco e a dificuldade da aderência pelo mesmo; 
  • Alinhamento entre diferentes stakeholders do setor; 
  • financiamento das ações de VBHC; 
  • Aspectos jurídicos e transparência; 
  • Dados e Indicadores da saúde.  

Ao final da série realizaremos um webinar exclusivo para tirar todas as dúvidas acerca do tema e discuti-las com convidados referência no assunto.  

Inscreva-se em nossa newsletter para receber os conteúdos em primeira mão e antecipar o planejamento das ações necessárias para moldar-se às tendências referente aos modelos de remuneração baseada em Valor, mantendo sua empresa competitiva no mercado ao mesmo tempo que aumenta o índice de satisfação dos pacientes, constrói uma boa reputação e aumenta o número de beneficiários.  

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *